Home > Colunistas > O Realinhamento Político – Institucional de Camilo Santana e Tasso Jereissati

O Realinhamento Político – Institucional de Camilo Santana e Tasso Jereissati

O governador Camilo Santana (PT) já definiu o seu principal parceiro político – institucional a nível nacional, pois a escolha irá recair no senador Tasso Jereissati (PSDB), que deverá ser o próximo presidente da República. Camilo Santana sempre teve dificuldade de recriar um canal aberto de diálogo, com o Governo Federal após a saída da ex-presidente Dilma Rousseff do poder central, mas sempre contou com ajuda do senador Tasso Jereissati, para a diminuição de zonas de atritos na esfera administrativa de parceria do Governo Federal e o Governo do Estado do Ceará.

O cenário político-administrativo de confronto entre o grupo situacionista pró-Cid Gomes e os vários grupos oposicionistas anti-Cid Gomes da última eleição estadual de 2014, já não existe mais em função da aproximação , do governador Camilo Santana (PT), com a maior liderança individual da oposição cearense: o ex-governador e atual senador Tasso Jereissati. Camilo Santana adotou o modelo administrativo da Era Tasso Jereissati (1987-2006), como por exemplo a sua matriz gerencial na pessoa do tucano-tassista, o secretário de Planejamento e Gestão do Estado, o engenheiro Maia Júnior, mas a matriz política ainda era cidista.

O senador Tasso Jereissati assumiu a presidência nacional do Partido da Social Democracia Brasileira após o colapso das principais lideranças paulistas e mineiras. Tasso Jereissati é candidato ainda informal do bloco governista (PSDB-DEM-PSD-PR-PP) e setores do PMDB, para terminar o mandato da chapa eleita na sucessão presidencial de 2014: Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). A eleição será indireta no Congresso.

O governador Camilo Santana transcendeu o Partido dos Trabalhadores quando declarou apoio ao senador Tasso Jereissati (PSDB), para presidência da República na provável eleição indireta no início do próximo semestre no Congresso Nacional.Tasso Jereissati deverá sair como liderança consenso na bancada congressista cearense, com exceção do apoio do bloco PT-PC do B. O presidenciável Ciro Gomes deverá levar a bancada parlamentar (Câmara-Senado) do Partido Democrático Trabalhista (PDT), para votar na eleição indireta presidencial , no senador Tasso Jereissati (PSDB), como já tem afirmado quando defendeu a escolha do sucessor do presidente Michel Temer (PMDB), no parlamento brasileiro.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa, sociólogo e consultor político

Fortaleza, 27 de Maio de 2017

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa
Sociólogo, escritor, consultor e analista político.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *