Home > Destaque > Juazeiro do Norte vive iminência do pico da pandemia da Covid-19

Juazeiro do Norte vive iminência do pico da pandemia da Covid-19

Quatro meses após o primeiro registro de pacientes infectados pelo novo coronavírus no Estado, a doença se alastrou e já flutuou por todas as cidades cearenses. O emprego do verbo flutuar justifica-se diante da sua capacidade de traduzir o perfil nômade do vírus SARS-CoV-2. O primeiro epicentro da doença foi na Capital cearense. Em seguida, após a curva de contágio se estabilizar em Fortaleza, as atenções (e preocupações) se voltaram a Sobral. Agora, os cuidados recaem sobre a região Sul, sobretudo em Juazeiro do Norte, cidade na qual vive seu momento mais delicado.

Arruda Bastos
Médico, professor universitário dos cursos de Medicina e Enfermagem, especialista em Gestão em Saúde e Saúde Pública, escritor, radialista, ex-Secretário da Saúde do Estado do Ceará e coordenador do Movimento Médicos pela Democracia.
http://www.portalarrudabastos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *