Home > Introdução

Introdução

familia

Meus queridos leitores, em um levantamento dos artigos que escrevi nos últimos meses, separando-os por personagens e temas, descobri que, de forma não intencional, na euforia de publicá-los e pela fertilidade da inspiração do momento, muitos deles não tiveram maior divulgação. Eles continuam bastante atuais, refletindo um relato fidedigno deste período da nossa história.

Para resgatar meus escritos e disponibilizá-los de forma didática para mais e novos leitores, resolvi desenvolver este texto integrador de todos eles e organizá-los de forma cronológica das suas publicações. Para ter acesso aos artigos de forma eletrônica, É só clicar nos links constantes nos títulos.

São centenas  textos publicados desde 13/04/2016. Agradeço aos meios de comunicação que com frequência divulgam meus artigos: Portal Vermelho, Blog do Eliomar de Lima, Jornal O Povo, Sites 247 e Circuito Polí­tico, bem como diversos blogueiros espalhados por todo Brasil, ativistas de redes sociais, meus colegas do Movimento Médicos pela Democracia, e ainda todos aqueles amigos que deram asas aos meus pensamentos materializados de forma compulsiva nas páginas que escrevi.

Para universalizar o acesso e a leitura da minha produção de textos, artigos, crônicas, palestras e aulas, resolvi criar um portal online contendo um blog, uma seção para meu trabalho em comunicação radiofônica e televisiva, outra para minha produção acadêmica como professor universitário de medicina e enfermagem, além de continuar com minhas já tradicionais páginas no Twitter (www.twitter.com/arrudabastos) e Facebook (www.facebook.com/arrudabastos). Só mesmo a tecnologia para propiciar essa facilidade.

Alguns temas são ásperos, outros simples informações ou água com açúcar. O importante é que são verdadeiros e extraí­dos do fundo do meu coração. São os ossos do ofício de um neo-cronista que deseja, como afirmou Albert Einstein, que a mente que se abre a uma nova ideia jamais volte ao seu tamanho original. Refletir é preciso.

Com essas novidades, espero que o meu leitor passe a interagir, criticar, comentar, compartilhar e sugerir novos temas para textos, artigos e crônicas. Batizei o Portal com o meu nome Arruda Bastos e o Blog de minhas mal traçadas linhas.

Agradeço a todos que contribuíram para a produção de meus artigos e à  família, em particular, pelo incentivo. A minha amada esposa, Marcilia, pela compreensão de compartilhar o tempo precioso da nossa convivência com os momentos de inspiração, muitas vezes nas altas horas da noite. A minha filha caçula, Lilia, pela paciente revisão de todos os meus textos, mesmo quando assoberbada de compromissos profissionais. Meu carinho também a todos os amigos, colegas, camaradas de partido e leitores que se debruçaram em ler meus artigos. A famí­lia penhorada agradece.